segunda-feira, 19 de novembro de 2007

Lixo nuclear com potencial de destruição superior à bomba de Hiroshima é transportado pelo Porto de Santos

Em surdina e sob o auspicio dos tecnocratas da corte petista que administra o Porto de Santos, foi transportado por este porto na madrugada desta última quarta-feira, 14, uma carga de material radioativo para os Estados Unidos. Pasmem, 4 contêineres de lixo nuclear com potencial de destruição superior à bomba de Hiroshima! Segundo o portal do governo do Estado de São Paulo, “a carga era composta por 33 elementos combustíveis gastos utilizados no reator nuclear de pesquisas IEA-R1, do Instituto de Pesquisas Energéticas e Nucleares (Ipen), localizado em São Paulo.”

Ainda de acordo com o portal, “o transporte das fontes e do combustível do reator entre o Ipen e o Porto de Santos contou com apoio de viaturas da Polícia Federal, Polícia Rodoviária Estadual, CPTran de Santos e de São Paulo, Defesa Civil, Ecovias, técnicos dos Serviços de Proteção Radiológica do Ipen e da Diretoria de Radioproteção e Segurança Nuclear da CNEN, do Instituto de Radioproteção e Dosimetria (IRD) – unidade da CNEN no Rio de Janeiro, do Serviço de Proteção Física e do Centro do Reator de Pesquisas do Ipen. Um comboio formado por quatro caminhões levou, dentro de contêineres, o casco de transporte dos combustíveis, os tambores que armazenam as fontes e equipamentos utilizados nesta operação.”

Incrível, nenhum órgão ambiental, mesmo que estatal, acompanhou tal transporte. E muito menos a sociedade, o cidadão comum dessa região ficou sabendo de tal empreitada, ou foi alertada ou recebeu alguma informação sobre as medidas que seriam implementadas para garantir a sua segurança e a do carregamento nuclear, e o que fazer em caso de acidente.

E para quem não se lembra, nesta última quarta-feira, choveu praticamente o dia todo na Baixada Santista, principalmente na Serra do Mar, aumentando o risco de acidentes. Definitivamente, os governantes de turno, poderosos, nos tratam como idiotas, como “coisas”, assim como o meio ambiente, expondo à todos a uma série de perigos.

E para que conste, em 2000, aconteceu pelo Porto de Santos, um embarque parecido, mas aí a notícia vazou, conseguimos denunciar, fazer um barulho pelas ruas de Santos. Mas desta vez, arrisco a dizer, como não é o governo FHC que administra o Porto de Santos, e sim a corte petista, tudo foi feito em sigilo, em surdina, afinal, para que dá margem para ecologistas "sem rabo preso falarem besteira”, desgastarem a imagem de “competência” dos petistas que administram o Porto de Santos? Argh, que nojo desses vendilhões!

El Pececito Chuva de Fogo

http://lists.riseup.net/www/info/agp-brasil

Um comentário:

Wakaplot is only sleeping disse...

http://brasil.indymedia.org/pt/blue/2004/12/301132.shtml